A MARCA NO MUNDO

A marca possui mais de 300 lojas próprias localizadas em mais de 50 países e espalhadas por cidades como Nova York, Madri, Milão, Roma, Berlim, Londres e São Paulo, além de estar presente em mais de 4.000 pontos de venda como lojas multimarcas e de calçados, com faturamento estimado em mais de €300 milhões e 3.8 milhões de pares vendidos anualmente.

CAMPER

O que dizer de uma marca de sapatos que, nos anos de 1980, alcançou a fama ao criar um par formado por estampas diferentes em cada pé? 40% de identidade, 10% de ironia, 50% de imaginação, 100% de satisfação, além de ser independente, autêntica e não seguir tendências. Esta é, quem sabe, a fórmula de sucesso da marca espanhola CAMPER, que se autodefine em três palavras: liberdade, conforto e criatividade.

A história

A história da marca é antes de tudo a saga de uma família que dedicou mais de um século no aperfeiçoamento do setor de calçados na Europa. Tudo começou em 1877, quando o sapateiro Antonio Fluxá partiu da paradisíaca ilha de Mallorca na Espanha tendo como destino a Inglaterra, com apenas uma ideia na cabeça: aprender tudo sobre os métodos industriais para a fabricação de calçados. O que ele aprendeu lá colocou em ação imediatamente, depois de seu retorno a Espanha. Ele reuniu um grupo de artesões, da comarca de Inca (Mallorca), e introduziu as primeiras máquinas de fazer calçados. Para época, essa atitude representava um espírito inovador na fabricação de calçados, que seria transmitido para outras gerações da família.

Muito tempo depois, na década de 1970, as transformações por quais passavam a Espanha refletiam novos estilos de vida e novos conceitos. Com a tradição centenária e suporte da família no segmento de calçados, o neto de Antonio, Lorenzo Fluxá Rosselló, juntamente com Carlos Rolando e Joaquín Lorente, os primeiros colaboradores da nova empresa, modernizou a forma de desenhar sapatos, refletindo um novo estilo, com um conceito baseado na liberdade, conforto e criatividade, ao fundar no dia 2 de março de 1975 a CAMPER SHOES. O nome “camper” (que significa “Campesino” em catalão) retratava todo o espírito rural e mediterrâneo da nova marca.

Com o conhecimento de duas gerações de artesãos, o sapateiro combinou os métodos tradicionais com novas ideias estéticas para desenhar produtos baseados na criatividade e funcionalidade. Inicialmente a nova empresa fabricava e vendia seus calçados para outros varejistas, inovando na disposição dos produtos nas lojas com a utilização de mostradores. O primeiro modelo produzido pela CAMPER, chamado Camaléon, baseado em um calçado criado em 1928 para ser utilizado no duro trabalho no campo, introduziu o conceito casual no segmento de calçados. E foi um verdadeiro sucesso.

A primeira loja própria da CAMPER foi inaugurada somente em 1981 na cidade de Barcelona, com projeto assinado pelo arquiteto Fernando Amat, e que revolucionou o mercado tradicional de varejo de calçados ao incorporar elementos gráficos na decoração e também em sacolas, caixas diferenciadas, pôsteres com mensagens irônicas, catálogos e mostradores funcionais para expor os sapatos por tamanhos, que se tornariam parte do universo da marca; e expor todos os calçados e tamanhos para que o público pudesse tocá-los e experimentá-los.

A inauguração de sua primeira loja aconteceu, pois a empresa identificou, depois de seis anos vendendo apenas para varejistas, que seus produtos necessitavam de um outro ambiente que permitiria ao público interagir com eles e com a própria marca. Na década de 1990 a marca deu início a uma forte expansão internacional, começando em 1992 com a abertura de lojas em centros tradicionais da moda na Europa como Londres, Paris e Milão. Em 1996 foi a vez do continente Asiático (Hong Kong, Taiwan e Japão) conhecer a marca CAMPER; e três anos depois, iniciou a distribuição de seus calçados nos Estados Unidos, onde inaugurou, neste mesmo ano, uma loja no descolado bairro do SoHo em Nova York; culminando, em 2002, com seu ingresso no mercado australiano, através da abertura de uma loja na cidade de Sydney.

A chegada da CAMPER, venerada por celebridades como Julia Roberts e Jennifer Aniston, no Brasil aconteceu no ano de 2006 com a inauguração de uma loja no Shopping Iguatemi em São Paulo, trazendo sapatos que chegavam a custar R$ 855. O sucesso foi tanto, que pouco depois, a marca espanhola inaugurou mais uma loja no país. Depois de sair do mercado brasileiro, a CAMPER voltou recentemente com a inauguração de duas lojas na cidade de São Paulo (Rua Oscar Freire e Iguatemi JK). Mais recentemente foi lançado o CAMPER TOGETHER, um modelo de colaboração entre a marca espanhola e os principais designers mundiais para criar produtos exclusivos e lojas fantásticas. Foi uma resposta a uma nova realidade internacional que exige a capacidade de integrar por meio do design, culturas diferentes e conhecimento criativo juntos em um único projeto e organização capaz de se comunicar e distribuir iniciativas únicas para um seleto mercado global. A primeira loja desse modelo colaborativo foi inaugurada em 2014 na cidade de Milão, com projeto assinado pelo arquiteto japonês Kengo Kuma. Em 2015, o Design Museum em Londres fez a primeira exposição dedicada a CAMPER, uma homenagem ao 40º aniversário da marca, que também lançou o livro “The Walking Society”, publicado por Lars Müller Publishers e que descreve a jornada e conceito criativo de seus calçados.

A CAMPER se tornou uma potência global de design no segmento de calçados, com ambientes inovadores de varejo, campanhas publicitárias ousadas e colaborações de grandes nomes do universo do design. Nendo, Shigeru Ban, Kengo Kuma, os Irmãos Campana e Hella Jongerius trabalharam em parceria com a marca espanhola, quer seja para criar o ambiente de lojas ou emprestar suas sensibilidades criativas para o desenvolvimento de um par de calçados.

A linha do tempo
1982
● Lançamento do BACHELOR, calçado que revolucionou o mercado de “sapatos com cadarço” ao acrescentar sola de borracha.
1984
● Lançamento do RUNNER, um sapato urbano por excelência em relação à estética com o conforto de um calçados esportivo.
● Lançamento da KENBOOT, botas mais pesadas e rudes.
1985
● Lançamento dos calçados modernos PALMERA e SPIRAL, que rapidamente caíram no gosto dos jovens.
1988
● Lançamento do TWINS, calçados pouco convencionais, onde o desenho de um pé era ligeiramente diferente do outro.
1989
● Lançamento da INDUSTRIAL, uma bota moderna que se tornou um sucesso.
1992
● Lançamento do BROTHERS, calçados versáteis e fiéis ao estilo de contra-cultura.
1993
● Lançamento do TERRA, um calçado com estilo rural, que ilustrava as origens da marca.
1995
● Lançamento do PELOTAS, calçados esportivos com estilo retro, que se tornou um verdadeiro sucesso da marca. O design do calçado foi baseado nos antigos tênis de treinamentos americanos, e seu nome significa “bolas” em espanhol, uma referência as 87 bolas que possui na sola.
1996
● Lançamento do MIX, calçados futuristas e com aparência high-tech.
2000
● Lançamento do WABI, um calçado rústico e simples, desenvolvido para ser usado no interior de ambientes e que se transformou em um dos ícones da marca espanhola.

Um conceito diferenciado
O conceito WALK IN PROGRESS foi criado no ano de 2000 pela CAMPER e o designer catalão Martí Guixé, um dos antigos colaboradores da marca. Esse conceito surgiu, pois a CAMPER, com sua política de lojas e internacionalização de seus produtos, enfrentava um grande problema: depois de escolhido o lugar para instalação da nova loja, a empresa tinha uma enorme dificuldade em recuperar o investimento e torná-lo rentável, ao manter a loja fechada durante o processo de decoração e acabamento. Foi então que surgiu a filosofia das lojas temporárias com o conceito WALK IN PROGRESS.

A ideia é simples: fazer um design provisório (com um aviso bem-humorado “Pedimos sua compreensão, a decoração vem aí, mas os nossos fantásticos sapatos já estão aqui”) e interativo (as paredes brancas com a frase “Imagine um mundo melhor”, convidam os clientes a escrever seus pensamentos, mensagens e ideias) com móveis feitos de materiais recicláveis (uma mesa feita de caixas de papelão que expõe os calçados da marca), que permitiria abrir a loja antes mesmo que o design e decoração (que utiliza madeira reciclada, corda e papelão) definitiva estivessem prontos (a inauguração oficial se dá entre nove e doze meses depois de aberta a loja). A realização deste conceito permite à CAMPER colocar a loja em funcionamento de uma forma mais rápida, simples e com baixo custo. A primeira loja aberta com este conceito foi a de Milão em março de 2000, com inauguração oficial em fevereiro do ano seguinte. Nascida no mediterrâneo a marca transpira sua região de origem, e as lojas são a melhor forma de sentir e viver um pouco a cultura da CAMPER.

O diferencial
A marca espanhola faz sucesso no mundo com um conceito oposto ao da Zara, uma das marcas mais festejadas da Espanha. Enquanto a varejista de vestuário revolucionou o mercado com seu modelo de negócio “fast fashion” (moda rápida) – ela captura as tendências e consegue confeccionar e levar os novos modelos às lojas em poucos dias – a CAMPER valoriza os atributos inversos. A começar por seu slogan, que aconselha: caminhe, não corra (Walk. Don’t run). A empresa só produz calçados que sejam confortáveis, simples e duráveis, sem se importar com o que está na moda. Não espere encontrar em suas lojas saltos agulhas ou bicos finos. São sapatos de feitio rústico, mas de talhe e acabamento ousados, que viraram mania entre a juventude descolada. A CAMPER é completamente diferente de tudo.

Uma filosofia forte
A convicção em sua filosofia é tão forte que a CAMPER ergueu um hotel aconchegante (chamado CASA CAMPER) com mais de 40 quartos e um restaurante e um bar, no centro da cidade de Barcelona, que seguem todos os conceitos da grife espanhola. Todos os quartos dispõem de um lounge separado, e há um bufê gratuito 24 horas. Os quartos têm vista para um tranquilo jardim vertical ou para a cidade. Os lounges são equipados com uma TV de tela plana, um sofá e uma mesa.

O hotel, inaugurado em 2005 e que se destaca não somente pela simplicidade e sobriedade dos espaços como igualmente pela perfeita interação gerada entre a história do local e a modernidade do acolhedor interior, foi projetado para afastar o hóspede da agitação da cidade; e o restaurante (chamado Dos Palillos) oferece pratos balanceados para ressaltar as qualidades de bem-estar. É uma maneira de agradar aos clientes, posicionar a marca e estar um passo à frente no imaginário dos consumidores. Uma segunda unidade do hotel (com 51 quartos) foi inaugurada na cidade de Berlim na Alemanha.

A comunicação
A comunicação sempre foi um dos pilares do sucesso da marca. Não somente com o único objetivo de vender calçados, mas também comunicar mensagens, que iam da ironia à reflexão. Como garotos-propaganda, a marca sempre preferiu fotografar pessoas comuns, pobres, idosos, meninas de rua ou até a velha guarda de uma escola de samba, que estampou suas campanhas pouco tempo atrás. Quando a CAMPER lançou sua campanha de Primavera/Verão de 2001 não estava pensando em uma ferramenta de marketing para comunicar um produto, mas sim para estabelecer uma nova forma de se comunicar com uma plataforma conceitual que refletia o espírito da marca. A campanha THE WALKING SOCIETY (algo como “a sociedade do caminhar”), era uma declaração cultural, que comunicava que a CAMPER não era simplesmente um calçado ou um estilo de vida, mas sim uma forma de pensar. A campanha enxergava a região do Mar Mediterrâneo como uma rede cultural de pessoas e lugares, comunicando assim hábitos e costumes de povos das regiões de Mallorca, Marrocos, Grécia e Itália.

A evolução visual
A identidade visual da marca passou por apenas uma grande e acentuada remodelação em sua história. Isto aconteceu no início da década de 1980, quando a CAMPER inaugurou sua primeira loja própria. E foi justamente neste momento que ocorreu uma enorme modificação em sua identidade visual, antes com tipografia preta, com a introdução do tradicional logotipo com caixa vermelha e tipografia branca. A modificação foi necessária, pois o logotipo original não havia sido criado para ser aplicado nas partes externas das lojas.

Os slogans
Lifelovers Welcome.
Imagination Walks.
Walk. Don’t run. (2001)

Dados corporativos
● Origem: Espanha
● Fundação: 2 de março de 1975
● Fundador: Lorenzo Fluxá Rosselló
● Sede mundial: Inca, Palma de Mallorca, Espanha
● Proprietário da marca: Coflusa S.A.U.
● Capital aberto: Não
● CEO: Miquel Fluxà
● Faturamento: €300 milhões (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Lojas: 300
● Presença global: 50 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 1.000
● Segmento: Calçados
● Principais produtos: Sapatos, botas e sandálias
● Ícones: Os sapatos Twins
● Concorrentes diretos: Toms Shoes, Simple Shoes, Hush Puppies e Perky Shoes
● Slogan: Walk. Don’t run.
● Website: www.camper.com

A marca no mundo
A marca possui mais de 300 lojas próprias localizadas em mais de 50 países e espalhadas por cidades como Nova York, Madri, Milão, Roma, Berlim, Londres e São Paulo, além de estar presente em mais de 4.000 pontos de venda como lojas multimarcas e de calçados, com faturamento estimado em mais de €300 milhões e 3.8 milhões de pares vendidos anualmente. A maioria de suas lojas está localizada no continente europeu, onde os principais mercado são Espanha, Itália e França.

As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).