Controle de Pragas Urbanas – Como Proceder ao Ataque de Pragas?

Controle de Pragas Urbanas – Como Proceder ao Ataque de Pragas?
Desentupidora Porto Alegre

Controle de Pragas Urbanas – Como Proceder ao Ataque de Pragas?

Construsul Dedetizadora Porto Alegre

Dedetizadora Porto Alegre 

Como Proceder ao Ataque de Pragas Urbanas? Esses visitantes indesejáveis, verdadeiras pragas urbanas são potenciais transmissores de doenças e podem prejudicar o imóvel.

Mesmo com manutenções periódicas, nenhum condomínio, residência ou empresa está imune à ação das pragas urbanas. Aranhas, baratas, moscas, formigas, cupins e ratos são animais ágeis, capazes de se esconder nos locais mais incogitáveis e, para desespero geral, conseguem se proliferar em uma velocidade alarmante.

Esses visitantes indesejáveis, as pragas urbanas, são potenciais transmissores de doenças e podem prejudicar o imóvel de diversas maneiras, inclusive danificando sua estrutura. Portanto é preciso atenção nesse controle e a melhor forma de combate é a prevenção.

Alguns municípios dispõem de leis específicas para o tratamento de pragas urbanas. Em São Paulo, a dedetização preventiva é obrigatória para todos condomínios a cada seis meses e estabelecimentos alimentícios, farmacêuticos, logística, clínicas, hospitais e outros relacionados a saúde é obrigatório no mínimo a cada três meses, em alguns o controle de pragas tem que ser mensal.

Este é o período recomendado por especialistas para que o processo seja feito, por exemplo nas áreas comuns de Edifícios: hall de entrada, escadas, corredores, garagens, salão de festa, área de lazer e principalmente em locais que favorecem a instalação dos bichos como o fosso do elevador, ralos e frestas. Além da desinsetização (que combate insetos e aracnídeos) existem também a desratização (eliminação de ratos) e a descupinização (cupim).

Escolher uma empresa Dedetizadora confiável é indispensável para o sucesso do serviço prestado e o síndico deve estar atento a isso, vistoriando as áreas tratadas depois para constatar a eficácia. O valor cobrado pelo controle de pragas deve estar embutido na taxa de condomínio. Os moradores devem ser avisados com antecedência da data e horário do processo, visto que algumas pessoas preferem estar fora de casa nesse momento.

Atenção maior deve ser dada às crianças e aos animais domésticos, pois, devido ao pouco peso, são indivíduos mais sensíveis e podem ser acometidos de mal-estar causado por alguns produtos químicos utilizados na dedetização. O ideal é que todos permaneçam dentro dos apartamentos e não trafeguem pelos locais de convívio comum enquanto durar o tratamento. Para isso se faz imprescindível o aviso prévio.

É necessária a eliminação de qualquer tipo de fonte de água parada, pois ambas espécies citadas necessitam de água para depositar seus ovos”, explica. Como soluções paliativas, o responsável operacional sugere a instalação de telas em todas as janelas e acessos da residência. Além, é claro, do cuidado para não acumular água em recipientes.

Cupins

O cupim é um inseto que se alimenta de madeira e, portanto, pode trazer muitos prejuízos quando entra em contato com móveis, janelas, pisos, forros e outras superfícies do material. Um cupim típico de ambientes urbanos é o cupim de madeira seca, que dá preferência a peças construídas pelo homem ao invés de troncos de árvore.

Esse pode ser um inimigo silencioso e sua identificação pode demorar, visto que o cupim costuma fazer seus ninhos dentro dos objetos, o que dificulta a visualização. O dono pode demorar meses até perceber a infestação de uma colônia de cupins e, então, constatar a perda total do objeto.

A melhor forma de resguardar seus pertences é tomando algumas medidas preventivas e nos casos de já constatação deste inseto no imóvel, a melhor opção é realizar a dedetização de cupins com uma empresa de sua confiança

Para começar, invista em madeiras resistentes aos cupins a exemplo da copaíba, orelha de moça, jacarandá, peroba do campo e peroba rosa. A manutenção é importante: o verniz é um ótimo aliado e deve ser usado com frequência, pois ele sela a madeira, fechando alguns buracos e fendas que possam servir como porta de entrada para os cupins.

Ratos

Uma infestação de ratos no condomínio é o suficiente para tirar a paz e transformar a vida dos moradores – e principalmente do síndico – em um pesadelo. Esses roedores podem transmitir doenças e destruir móveis e devem ser combatidos com rigor. Eles são atraídos a locais que proporcionem alimento e abrigo.

Assim que for detectada a presença de ratos, o síndico deve providenciar um tratamento de dedetização. A rapidez neste chamado é imprescindível para a não proliferação dessa praga urbana. Preste atenção aos procedimentos prestados, é preciso agir para destruir a causa do problema e não apenas os sintomas.

Uma empresa responsável fará primeiramente uma inspeção no local para identificar o tipo de roedor, depois aplicará armadilhas e iscas com alimentos atrativos para aquele tipo específico de rato. As iscas têm o objetivo de atrair o roedor e desestimulá-lo a consumir seu alimento habitual, expulsando-os do local. Depois de controlada a infestação, é aconselhável que a empresa continue o monitoramento da área.